quinta-feira, 4 de junho de 2009

De poema em poema se vai respondendo:

Molhar a pena
Num pote de mel
E escreverDocemente
A precisa caracterização
Do sabor do fel.
Dizer-te
O amargo
Que já provei.
Aquela angustiante
Sensação,
Que me leva
A ver
A doçura
Da contraposição,
QueP'ra quem desconhece
O que é a dor,
Ou sabe mal,
Ou não tem sabor.

Lx.02-06-2009

Teresa Belo

1 comentário:

  1. Gostei muito. das contradições, nasce sempre alguma coisa.
    GED

    ResponderEliminar